quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Lembrar é viver

Pedro dançando, rsrs 3.11.2008

Hoje estava lendo um texto no creative scrappers, fórum que entrei a pouco tempo. O texto falava dos 9 meses de gestação, muito bonito.A

Aí me lembrei que escrevi algo para o meu filhote quando ele fez um ano...

aqui está.
Bjocas!

Pedro,

Antes de ser mãe, eu não sabia o que é amor de verdade.
Eu vivia para mim e para meus desejos. Eu tinha controle do meu tempo.
Eu tinha tempo para fazer ginástica, ir no salão e fazer festa quase todos os dias.
Meus seios nunca tinham ficado tão grandes! (rsrs)
Eu nunca tinha achado bom ter barriga grande, nunca tinha imaginado poder engordar 20 kilos.
Eu nunca me preocupava como os móveis estão colocados em casa, se tinham quinas, pontas ou eram de vidro.
Eu nunca pensei em colocar protetores nas tomadas, tirar tudo das prateleiras baixas.
Eu nunca havia comprado CD de música clássica.
Antes de ser mãe, eu nunca tinha gasto mais com outra pessoa do que comigo.
Minhas roupas nunca tinham cheirado a leite.
Eu nunca tinha chorado por ver outra pessoa tomar injeção ou vacina.
Eu nunca tinha chorado e passado noites em claro por alguém não comer.
Eu nunca havia feito papinhas, sopas ou pesquisado sobre receitas de alto valor nutricional.
Nunca tinha tido tantos brinquedos espalhados pela casa toda.
Mas também eu nunca havia imaginado que iria ficar horas admirando um rosto pequenino.
Eu não sabia que iria rir tanto com uma criança dançando ou brincando.
Eu não sabia que a melhor hora do meu dia seria depois do trabalho quando um serzinho correria ao me ver.
Eu não sabia o tamanho da alegria de ouvir MA-MÃ e ver bracinhos abertos me esperando.
Eu nunca havia sofrido tanto pela possibilidade de alguém ter que fazer uma operação.
Eu não poderia falar horas seguindas sobre o que outra pessoa é capaz de fazer.
Antes de você, Pedro, eu imaginava como seria ser mãe, mas não sabia como um serzinho tão pequeno
poderia mudar tanta coisa.
Ser mãe é muito mais do que pensava.
Ser mãe mudou minha vida muito mais do que ousei imaginar.
Ser mãe me fez entender a sensação de ter meu coração fora do meu corpo.
Ser mãe me deu a jóia mais valiosa que eu poderia ganhar na minha vida.
Eu nunca soube que eu amaria ser mãe.
Eu não sabia que essa seria a melhor parte da minha vida e que um dia eu realmente acharia meu grande amor,
VOCÊ.

3 comentários:

Myrian disse...

Nossa que texto lindo, tb sou mãe de um menino de 1 aninho e me identifiquei muito com várias passagens do seu texto, muito maravilhoso ser mãe, parabéns pelo filho lindo e pelo texto encantador.

Larii Batista disse...

Oi Fabi.. tudo bem?
Obrigada pela visita!
As flores de arame são lindas mesmo.. mas não sou eu quem as faço não. Aqui em Londrina tem uma loja com uma moça que tem mto dom para mecher com os araminhos (e outras coisas mais)... Se um dia decidir dar um pulinho até aqui (nem é tão longe, vai! rs) é só me perguntar que eu te digo o endereço.
Minha parte foi mesmo só o vasinho e o cartão!
Bjs e bom domingo!

Patiscrap disse...

Oi Fabi!
Uma graça o seu blog e o seu Pedro é super fofo!!!! Lindos trabalhos de scrap, adorei conhecer!!
Obrigada pela visitinha ao meu blog!
Bjs!

Ocorreu um erro neste gadget