segunda-feira, 30 de março de 2009

Time out - Endometriose

Meninas, fiquei na dúvida de postar ou não. Mas aí lembrei de um dos meus propósitos de vida: ajudar os outros.
E algumas vezes, o que é simples para um pode fazer a diferença para outros, como o acesso a informações.
Eu vou estar fora por uns dias a partir de segunda que vem. Depois de uns dias vou acessar bastante pois vou estar de molho em casa.
O motivo? Endometriose. Vou fazer outra laparoscopia.
Essa doença me causou muito sofrimento, foram longos anos, um aborto, uma gravidez ectópica (quando fiz a cirurgia para remover o embriaozinho de 12 semanas é que descobri a endometriose) e agora 3 anos após ter o Pedro - muitas dores.
Mas não me lamento...lamento sim, a quantidade de mulheres que sofrem o que eu sofri, que tem dores horríveis todos os meses e acham que são anormais.
Aqui algumas informações básicas, se você conhece alguém que passa por sintomas similares encaminhe ao médico, pleaaase, a um bom médico.

O QUE É?
Endometriose é uma doença que acomete as mulheres em idade reprodutiva e que consiste na presença de endométrio em locais fora do útero. Endométrio é a camada interna do útero que é renovada mensalmente pela menstruação.

ONDE SE LOCALIZA?
Os locais mais comuns da endometriose são: Fundo de Saco de Douglas (atrás do útero), septo reto-vaginal (tecido entre a vagina e o reto), trompas, ovários, superfície do reto, ligamentos do útero, bexiga, e parede da pélvis.

PRINCIPAIS SINTOMAS
O principal sintoma da endometriose é a dor, as vezes muito forte, na época da menstruação. Dores para ter relações também são comuns. Dores na bexiga e no intestino, na época da menstruação, também são sinais que devem ser investigados. Mas muitas mulheres que tem endometriose não sentem nada. Apenas tem dificuldade em engravidar. Por outro lado ter endometriose não é sinônimo de infertilidade, muitas mulheres com endometriose engravidam normalmente. 30 a 40 % das mulheres que tem endometriose tem dificuldade em engravidar.

E se você conhece alguém que não tem condições de fazer o tratamento (carésimo) e o abandonou, divulgue que há como retirar gratuitamente o análogo de gnrh.
Essa é uma luta nova minha, para que tenhamos diagnóstico mais cedo, menos sofrimento e uma vida bem mais saudável.

Dor não é normal, NUNCA.

Beijos

8 comentários:

Fer Freitas disse...

Oi Fabi...melhoras pra você..espero que fique bem, minha cunhada sofre com isso tambem...
Vamos ver se consigo postar mais no blog ne? bjao

Daniela Bortoli de Sá disse...

Fabi,
Melhoras pra vc!
E obrigada pelo recadinho!
Bjs

Lany disse...

é isso aí Fabi, cada uma faz a sua parte, muito bacana isso.
melhoras para vc.

patricia dias disse...

amiga,

Dividir informação sempre é bom, especialmente a respeito de saúde.


bjo,

Adriana M.Q. Weingart disse...

Oi, Fabi!!!
Miguinha, sua mensagem foi especial!!! Saudades de vc tb...
Te desejo rápida melhora! Que você possa, após estes dias de "retiro forçado", voltar 100%. Que Deus possa estar te acompanhando e abençoando neste período (e sempre também, é claro!)
Gde bjo!!!

Dani disse...

Fabi, estarei na corrente poisitiva para sua plena e rápida recuperação. Muito importante a informação que vc compartilhou, eu mesma não conhecia a doença... Mas conheço vc, mesmo de longe e sei que JÁ saiu vtoriosa disso tudo!
Beijocas,
Danica

Mariana Simões Pavan disse...

Oi Fabi, nossa minha cunhada sofreu muito com endometriose tb, é horrivel né! Melhoras para vc!
Beijos

Leticia disse...

Fabi querida, estou aqui torcendo para que vc se recupere logo.
Realmente, a informação é muito importante.
Tenho uma doença crônica, não muito conhecida, que às vezes me pega de jeito também... Mas o importante é tomar todos os medicamentos apropriados e seguir as recomendações médicas.
Se cuida,
Beijos,
Le

Ocorreu um erro neste gadget